quarta-feira, 8 de julho de 2020

CONSUMO: Parei de Comprar Melissa?


Hello meninas, amigas e leitoras desse Blog tudo bem? Hoje estou aqui para compartilhar com vocês sobre algo que aconteceu comigo esse ano. Para quem não sabe eu sou melisseira fazem doze anos, sim doze anos comprando melissas, o que me rendeu mais de cem pares, fora os outros sapatos que eu também comprava né e isso alimentou uma série de coisas na minha vida real.

O que eu quero compartilhar mesmo é sobre esse tipo de comportamento que ocorre na nossa vida. No meu caso foi essa compulsão por sapato. Sim eu fiquei tão viciada que eu precisava ter TUDO da Melissa, a cada lançamento eu pirava, fazia mil listas de desejo, entrava no site TODO DIA e gastava mais da metade do meu salário, meu cartão ficava saturado com compras e eu já cheguei a pagar 9, isso mesmo nove melissas ao mesmo tempo, eram muitas parcelas em 10x. Fora bolsas, acessórios e afins eu vivia aquilo e não me arrependia não. Até que os problemas de espaço começaram a acontecer... tive que comprar mais dois armários de sapatos, para poder colocar tudo, desmontei todas as caixas pois sonhava em um dia ter um closet tipo loja com todas as caixas e guardei na edícula no fundo de casa. E mesmo assim tinha que limpar com frequência todos os sapatos pois minha casa é muito úmida.

Eu nunca tive um reconhecimento da marca, sempre fiz por amor, os vídeos as resenhas, sempre foi porque eu queria. Cheguei a ganhar uns mimos, algumas presenças em lojas e tals... mas nada que desse para pagar um par de melissas nunca ganhei nada, aliás só gastei.

Sempre tive muito trabalho, porém ano passado comecei a trabalhar mais, usar mais minhas roupas e sapatos e aí tive menos tempo ocioso para ficar procurando coisas para gastar e meio que inconscientemente parei de comprar. Busquei outros looks, e percebi que amadureci meu estilo, e que muitos sapatos tipo muitas melissas que eu tinha não me representam mais, ou seja, eu nem uso mais sapatilha sou fã de tênis e bota porque no meu trabalho é mais usável.

Foi um processo de amadurecimento inconsciente, penso que tudo que é excesso não é saudável, e não adiantava ninguém falar nada para mim, esse tipo de coisa a pessoa tem que perceber sozinha. E ai chegou a minha hora, esses picos de amadurecimento acontecem e nos fazem pessoas melhores.

 O mesmo tipo de coisa aconteceu com a Priscila uma Melisseira que eu seguia, no caso dela eram 500 pares de melissa e em uma mudança ela não estava conseguindo transportar todas, o que desencadeou uma série de questionamentos onde ela percebeu o consumismo dela, onde ela comprava a cartela inteira de cores e não pensava no dinheiro como dinheiro e sim como melissa, o que ela poderia comprar com determinada quantia. Isso ocorreu antes de mim, mas também me fez questionar sobre esse consumismo que pode se tornar muitas vezes desenfreado e inviável.

Com o passar das coleções eu não me senti mais representada, antes eu ficava apaixonada por vários modelos, teve coleção que eu gostei de dois modelos apenas, eu ficava me pressionando a gostar de modelos que não eram tão legais assim. Sempre fui de botas, tênis e saltos e a maioria dos sapatos oferecidos pela marca é rasteiras e sandálias, não me representando sabe? Às vezes eu entro no site e existem alguns modelos que me atraem sim, mas não a ponto de me fazer comprar sabe? Talvez em uma promoção e tals...

A última melissa que comprei foi em dezembro de 2019, e ganhei uma também de natal e até agora não comprei nenhuma, estamos em julho e quero ficar um ano sem comprar. 

Percebo que o engajamento nas redes sociais da marca caiu muito, talvez outras pessoas estejam tendo esse insite, o público da marca está envelhecendo e os jovens não estão se apaixonando mais pelos produtos oferecidos. Tanto que eles estão com muitas promoções, inclusive compre uma e ganhe outra o que eu nunca vi antes na marca.

Recentemente fiz um TIK TOK ( Lannaeve) mostrando todos os meus pares e tem recorde de visualização. Sinto que devo um último vídeo no meu canal sabe? Mostrando minha coleção inteira, devo isso ao meu canal e quero encerrar esse ciclo assim. Hoje em não me interesso em fazer a venda dos pares, pois é muito desvalorizado e não atrai, não digo no futuro, quem sabe né?

ENFIM eu quero deixar um alerta sobre o consumismo, sobre os excessos tudo que é exagerado NÃO É SAUDÁVEL. Seja roupas, sapatos, livros e perfumes.

Me comprometi a ficar uma ano sem melissa e um ano sem perfume, pois já tenho muitos e não preciso de mais, por hora tenho conseguido e aderi a prática de que toda vez que uma peça nova entra no meu armário duas outras ou mais devem sair, uma tática pra evitar o acumulo de peças que não serão usadas e vão ocupar muito espaço.

Algumas peças eu vendo no ENJOEI, em grupos do What’s  enfim um novo destino e pra mim tem funcionado muito bem. Convido a você pensar e agir sobre isso na sua vida.

Obrigada pelo carinho e atenção espero que não fique confuso essas muitas ideias jogadas em um post, socorro!

Beijinhos melisseiros ;*

 

0 comentários:

Postar um comentário